Não faça isso com o seu dinheiro!

1
322

Oi meus amores,

O sonho de muita gente é enriquecer, e isso não é impossível! Mas você já deve ter ouvido falar que muitos ganhadores da Mega Sena perderam tudo pouco tempo depois…

A questão não é só como ganhar dinheiro, mas também o que fazer com ele. Não adianta melhorar a sua renda, trabalhar dia e noite e não mudar o seu “mindset” em relação ao que você faz com o seu dinheiro.

Então, se liga nestas dicas do que você não deve fazer, ou pelo menos, evitar ao máximo quando o assunto se trata do seu rico dinheirinho.

1 – Não compre parcelado

Eu sei que você já deve estar pensando: mas Teresa, o preço a vista e parcelado era o mesmo! Engano seu…não caia nesse papinho… A vista, sempre existirá a oportunidade de conseguir descontos. Quem tem o dinheiro na mão, tem o poder de escolher, negociar, barganhar o valor e conseguir a melhor oferta. Quem compra parcelado, acaba tendo que se conformar com o que lhe oferecem. Sem contar que, uma parcelinha aqui, outra ali…. pode acabar te levando pra o buraco financeiro.

2 – Gastar o que sobra no final do mês

Isso é terrível! E pasmem, eu estou falando com conhecimento de causa, porque  já fiz isso demais. Já fui uma daquelas pessoas que não sossegava enquanto tivesse um real na carteira e acabava ficando sem nada! Quem gasta o que sobra acaba sobrando no cheque especial, no cartão de crédito, no SPC, ou no SERASA. A escolha é sua! Se tem dinheiro sobrando, aproveite para fazer um investimento!

3 – Evite as compras por impulso

Eu sei que isso é muito difícil. Já observou que supermercados, farmácias e lojas de conveniência colocam uma série de guloseimas e coisinhas interessantes bem próximo do caixa? Essa é uma excelente armadilha pra te fazer comprar por impulso. Você nem precisa daquele chaveirinho fofinho… mas tá ali na sua frente e é tão baratinho, então, você acaba comprando. Uma boa dica para você evitar as compras por impulso é não manter dinheiro trocado na sua carteira. Já observou que quando você troca uma nota de cem reais, o dinheiro vai embora rapidinho… Pois é, inconscientemente você vai achar que usar aquelas notas de dois reais, cinco reais que você tem na carteira, não vão pesar no seu orçamento. Agora, quando você só tem uma nota de cem reais disponível, você pensa duas vezes antes de gastá-la. Uma outra dica importante é só levar pra rua o dinheiro necessário pra condução, pra alimentação ou pra pagar aquele boleto e mais nada!

4 – Usar cartão de crédito ou cheque especial como extensão do seu salário

Muita gente já incorporou o valor do cheque especial ou o crédito do cartão como parte da sua renda e isso é um erro fatal. Você sabe quanto os bancos cobram de juros no cheque especial e no cartão? Em março deste ano, os juros do cheque especial atingiram a marca de 357,44% ao ano. O cartão de crédito chegou a 286, 9 % ano ano, lembrando que, tanto no cheque especial, como no cartão, estes juros são compostos. Você decide se quer passar  vida inteira pagando juros ou recebendo juros?

5 – Não ter metas para o seu dinheiro

Quem não planeja o que fazer com o seu dinheiro não chega a lugar algum. É preciso estabelecer metas a curto, médio e longo prazo. Mas como eu posso fazer isso Teresa? Simples, estabeleça como primeira meta juntar o mesmo valor que você recebe por um mês de salário ou rendimentos. Pega esse dinheiro e faz um investimento, a chamada reserva de emergência. Neste caso até colocar na poupança tá valendo, apesar de que existem investimentos muito mais rentáveis. Esta seria a sua meta para curto prazo. A médio prazo, você pode ter como meta, pagar todas as suas dívidas, trocar o carro, reformar a sua casa ou até mesmo fazer aquela viagem dos sonhos. A longo prazo você pode fazer um investimento por exemplo, para sua aposentadoria ou alcançar o tão sonhado primeiro milhão.

O que importa é você ter claro o que você fará com o seu dinheiro. Sem metas, sem chances de você alcançar a sua independência financeira.

Beijos de luz e até o próximo post…

 

1 COMENTÁRIO

  1. Adorei as dicas Teresa Paula, vou segui-las a risca. Realmente, precisamos rever se à lucratividade em nossos objetivos ao receber o salário do mês. A organização é essencial como você mesma disse anteriormente, “priorize sempre a (educação, saúde e alimentação)”, ou seja, se essas não estão no lugar que deveriam estar, que é dentro do orçamento, alguma coisa está errada.
    Obrigada Teresa Paula, amei!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here