Saúde pra que?

0
77

Oi, pessoal? Como estão? Estamos bem e com muitas informações legais pra passar a todos.

Hoje, em especial, falaremos sobre a SÍNDROME DE DOWN, seu conceito, suas características, tratamentos e sua relação com a comunidade.

A Síndrome de Down é um distúrbio genético do cromossomo 21( trissomia), ou seja, um acidente genético que ocorre durante o desenvolvimento do feto e que causa atrasos de desenvolvimento físicos e intelectuais. O nome SÍNDROME foi dado devido ao conjunto de características que prejudicam de algum modo o desenvolvimento do indivíduo. E o sobrenome DOWN é equivalente ao medico que descreveu a síndrome, Dr. Jonh Langdon Down.

A Síndrome de Down provoca uma aparência facial distinta, deficiência mental, atrasos no desenvolvimento e pode ser associada à doença cardíaca ou da tireoide.

O tratamento é feito por meio de cuidados individuais e paliativos. Os programas de intervenção precoce com uma equipe de terapeutas e educadores especiais, que podem tratar a situação específica de cada criança, são úteis no tratamento da síndrome de Down. Estes Programas são ofertados pelo SUS, gratuitamente, com as equipes do NASF, Centro de Fisioterapia e UPAE, com as especialidades dos fonoaudiólogos, fisioterapeutas, cardiologistas, terapeuta ocupacional, pediatra, cardiologista, medico generalista, ginecologia e obstetrícia. Como exemplo das atividades, a Fonoaudiologia que tratará os problemas de fala e linguagem e o Grupo de apoio que promoverá fóruns para terapia e troca de experiências entre pessoas com uma condição ou objetivo similar, como depressão ou perda de peso.

No entanto, na maioria das vezes o preconceito é maior que a síndrome, começando, inclusive, nos próprios pais que, após o choque da notícia, necessitam de mais ajuda do que a criança que está para nascer.  PRECONCEITO NÃO! INCLUSÃO SIM! É importante que a pessoa com a síndrome receba estimulação para se desenvolver desde o nascimento. A família deve ser orientada sobre como proceder com ela em casa dentro da rotina familiar.

Em 21 de Março, comemorou-se o DIA Internacional da Síndrome de Down, que particularmente chamo de “DIA DO AMOR”. Estas pessoas não tem uma doença, elas nascem com uma condição genética diferente que desencadeia condições físicas e intelectuais e que nos trazem no seu comportamento muito AMOR e DOÇURA.

Bem, vou concluindo por aqui e agradecendo a companhia de vocês. Peço que nos sigam nas redes sociais, deem sua opinião e compartilhem nossas postagens.

Não esqueçam que Saúde de Qualidade é para todos!

Marilia Rabelo Pires – Farmacêutica Sanitarista

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here