Saúde Pra Que?

0
94

Oi, pessoal! Como estão vocês? Estou bem e muito ansiosa pelas festas carnavalescas que chegarão a alguns dias.

Bem, como estamos falando de carnaval, vamos conversar o CARNAVAL, sua história, suas
influencias, contexto social e curiosidades.

O Carnaval é um festival do cristianismo ocidental que ocorre antes da estação litúrgica
da Quaresma. Os principais eventos ocorrem tipicamente em fevereiro ou início de março, durante o período historicamente conhecido como Tempo da Septuagésima ( pré – quaresma). O Carnaval normalmente envolve uma festa pública e/ou desfile combinando alguns elementos circenses, máscaras e uma festa de rua pública. Entre os antigos egípcios havia as festas de Ísis e do boi Ápis; entre os hebreus, a festa das sortes; entre os gregos antigos, as bacanais; na Roma Antiga, as lupercais, as saturnais. A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. O Carnaval do Brasil é uma parte importante da cultura brasileira. É às vezes referida pelos brasileiros como o “Maior Espetáculo na Terra”. A primeira verdadeira expressão carnavalesca desta festa brasileira, oficialmente reconhecida pelos historiadores brasileiros, ocorreu através dos entrudos desde o século XV em todo o território da Colônia do Brasil.

Durante o carnaval existe um consumo bem excessivo de bebidas alcoólicas e com isso é
necessário também o aumento da ingestão de agua, sucos de frutas e frutas in natura após este consumo buscando a recuperação do corpo devido às desidratações comuns. Não esquecendo de que é importante optar pelo uso de latinhas de alumínio para o consumo de bebidas alcoólicas e de garrafas de plástico.

NÃO USEM GARRAFAS OU EMBALAGENS DE VIDRO!

Também é importante destacar sobre o uso de GLITER na pele e nos cabelos durante os eventos de MOMO. O GLITER é uma variedade muito pequena (cerca de 1 mm2) de pedaços de plásticos copolímeros, folhas de alumínio, dióxido de titânio, óxidos de ferro, oxicloreto de bismuto ou outros materiais pintados em metálico, entre outros. Então, o GLITER é insolúvel na água e DEVE ser retirado da pele ou cabelo com um lenço de papel umedecido (LENCINHO DE BEBE OU EQUIVALENTE) e colocado no lixo comum. NÃO RETIREM O GLITER DA PELE COM AGUA CORRENTE NA TORNEIRA DA PIA!

Enfim, quero agradecer a companhia de vocês. Desejo um CARNAVAL de PAZ, cheio de
Alegria, Segurança e não se esqueçam de usar preservativo tanto o feminino quanto o masculino. Acessem o nosso Instagran no @saudepraque_oficial e compartilhem que SAÚDE DE QUALIDADE É PRA TODOS.

Marilia Pires

Referencias
1. História do Carnaval: Igreja reconheceu a festa em 590 d.C.». Universo Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here