Dicas de economia do lar da Vovó Terezinha

0
256

Olá meus amores,

Vamos para mais um bate papo gostoso sobre as Dicas de Economia do Lar da Vovó Terezinha, uma seção criada em homenagem a minha mãe que há mais de vinte anos realiza uma palestra sobre Economia do Lar no curso de noivos da Paróquia da nossa cidade.

As dicas de hoje são relacionadas aos seus gastos com alimentação, um dos maiores vilões do orçamento doméstico e que podem levar uma família ao desequilíbrio financeiro e as tão famigeradas dívidas. Então, se você não quer cair nesta armadilha, fique ligado nas dicas a seguir, você poderá reduzir em até 30% os gastos com alimentos na sua casa.

1 – Conheça o consumo da sua família – compre apenas o necessário. O estoque pode levar ao desperdício;

2 – Faça o cardápio da semana – desta forma você saberá o que precisa comprar e quanto, evitando mais uma vez os desperdícios;

3 – Faça uma lista de compras – jamais vá ao supermercado, a quitanda ou a feira livre sem uma lista de compras, as chances de você acabar comprando mais do que o necessário são enormes;

4 – Experimente novas marcas – deixe os preconceitos de lado contra as marcas menos conhecidas e mais baratas, muitas delas oferecem boa qualidade e por precinhos mais acessíveis;

5 – Evite ir às compras com fome – nunca faça isto! Estar com fome em um supermercado é uma verdadeira armadilha para o seu bolso.

6 – Vá sozinho – várias pesquisas científicas apontam que gastamos muito mais quando estamos acompanhados nos supermercados, especialmente se levarmos as crianças;

7 – Prefira comprar frutas e verduras na feira livre – sem sombra de dúvidas, frutas e hortaliças estarão disponíveis nos supermercados com preços mais altos que os encontrados nas feiras livres. Então, chega de preguiça e vá a feira!

8 – Faça as refeições em casa – comer sempre fora de casa, gera altos gastos. Organize seu orçamento deixando alguns dias para comer fora com toda a família, mas na maioria das vezes ponha a mão na massa e já para a cozinha!

9 – Tenha uma horta em casa – se for possível, é claro!

Gostaram das dicas? Deixem aqui os seus comentários, beijos de luz e até o próximo post!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here