A mulherada dá um show no Jiu Jitsu

1
370

Garra, força e principalmente determinação foi o que eu vi nos olhos de cada uma das meninas que compõem a Equipe de Jiu Jitsu Chykão Team de Afogados da Ingazeira – PE. Ontem, (16/12) tive o prazer de participar da Graduação 2018 da Equipe e bater um papo super legal com Iara Neire Santos, Amanda Germano da Silva e Sabrina Emanuelly Silva Costa, algumas das meninas que participam da Equipe.

Fiquei impressionada com tudo que elas me contaram e o quanto o Jiu Jitsu tem sido importante na vida de cada uma delas.

Iara Neire, da cidade de Tabira – PE é faixa Branca de Jiu Jitsu, segundo grau e está encerrando este ano de 2018 como campeã estadual na sua categoria. Uma grande conquista para quem está praticando há pouco mais de um ano. Iara veio para o Jiu Jitsu porque precisava praticar alguma atividade física e viu nesta arte marcial japonesa uma excelente possibilidade de trabalhar o corpo e a mente ao mesmo tempo em uma única atividade.

Pra questão física o Jiu Jitsu é ótimo porque tem os treinos funcionais, nas lutas a gente queima uma quantidade enorme de calorias. falando fisicamente isto é ótimo para a mulher, sem contar com a questão da defesa pessoal que é muito importante e para a mente é uma excelente forma de se livrar do stress

Amanda Germano é a Super Campeã da Equipe, filha do líder Chykão, faixa roxa na categoria leve, ela treina desde os seis anos de idade e é Pentacampeã Pernambucana, Brasileira, Sul-americana, Pan-americana e Mundial. Defende muito a participação da mulher no Jiu Jitsu, mesmo tendo poucos patrocínios e incentivos:

Tem muita dificuldade para patrocínio, tem que correr muito atrás, mas mesmo passando por muitas dificuldades para estar em um campeonato a gente participa porque a gente ama o que faz.

Amanda é uma referência e incentivo para as outras meninas que praticam esta arte.

Sabrina Emanuelly é a princesinha faixa amarela da Equipe. Com apenas nove anos de idade, ela esbanja garra e determinação. Começou a treinar aos cinco anos de idade porque viu o pai e o irmão praticando e hoje já é atleta da Equipe e possui várias medalhas que ganhou nos torneios na categoria infantil.

Pra mim é importante pra defesa pessoal das mulheres e não só os homens podem treinar, as mulheres também.

Independentemente de qualquer dificuldade, elas seguem no esporte com muita garra e amor ao que fazem.

Por último, conversei um pouco com o Líder da Equipe Francisco de Assis, mais conhecido como Chykão, faixa preta primeiro grau, que há catorze anos deu início a essa história na nossa cidade juntamente com Marcelo que trabalhava na Skol e hoje é ligado a uma das maiores Equipes de Jiu Jitsu do país a Nova União.

O Jiu Jitsu não tem fronteiras, não tem questão de idade, peso ou se é homem ou mulher, todos podem praticar.

Ele segue dizendo que o Brasil é um destaque nas artes marciais, mas a falta de patrocínio para estas modalidades esportivas é o mal do nosso país. Porém, a nossa cidade já possui a Associação de Artes Marciais, uma ação que já impulsiona muito a prática em toda a região e a manutenção de Projetos Sociais que beneficiam muitas crianças e adolescentes.

E pra vocês meninas que ficaram interessadas, podem procurar a Academia Chykão Team no antigo prédio da Escola Cenecista nas segundas, quartas e sextas-feiras às 19:30h e na Academia Falcon nas segundas e quartas com o Jiu Jitsu Kids às 18h.

Estamos de portas abertas para receber vocês, pratiquem esportes! – mensagem final de Chykão

Obrigada a toda a Equipe Chykão Team, em especial a essas mulheres guerreiras e determinadas que eu tive o prazer de conhecer ontem.

Beijos de luz e até a próxima!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here